quarta-feira, 4 de julho de 2012

CORINTHIANS vs Boca Juniors

UM DUELO histórico, de dois clubes amados e odiados na mesma proporção e seguidos por duas legiões de fanáticos torcedores que vivem a vida para venerar seus times e cores. Corinthians x Boca Juniors fazem nesta noite a final da Libertadores da América, numa decisão para entrar na história, nunca vista no torneio continental.
 
Desculpem os demais finalistas da história da competição, mas o duelo da noite de hoje supera tudo que já foi visto: um confronto único, incomparável, uma verdadeira benção dos deuses da bola para os amantes do futebol. E como em toda decisão tem que ter um vencedor, aposto que este será o Corinthians.
 
O time do povo é a equipe a ser batida na Libertadores. O Boca é um supercampeão da competição continental, mas o Timão é a melhor equipe do momento. E está com estrela de campeão. Tem mostrado isso no mata-mata e provou sua força no primeiro duelo, no caldeirão da La Bombonera.
 
O Boca é um clube temido. E destemido também. Tem camisa, história, conquistas... Tudo verdade. Já o Corinthians tem camisa, história, no entanto busca ainda seu primeiro triunfo na Libertadores. Mas a qualidade pesa numa decisão. E neste quesito o Corinthians é superior ao atual Boca.
 
Quando afirmo que o time brasileiro vai conquistar o título não é um desprezo ao rival argentino. Pelo contrário. Se tem um clube sul-americano que aprendi a respeitar esse é o time de Riquelme e Cia. Na verdade estou apenas expressando opinião, após analisar os números, as equipes e tudo que envolve esta histórica decisão.
 
O Corinthians tem uma equipe equilibrada, eficiente na zaga e no ataque. Se falta um grande astro, sobra obediência tática. E essa postura guerreira e equilibrada fez a diferença até agora, diante de equipes fortes como Vasco e Santos.
 
Já o Boca, além de tradição e fama, tem um astro de nome Riquelme. O camisa 10 é a grande esperança de uma equipe argentina que já teve times mais fortes. O atual Boca é uma equipe apenas mediana, porém regida por uma grande estrela: Riquelme. Este é o cara a ser vigiado pelos corintianos.
 
O craque é o único jogador da decisão que pode individualmente desequilibrar a decisão e jogar por terra todos os números e apostas a favor do Alvinegro. Por isso todo respeito ao craque. Tite sabe disso.
 
A decisão é de 90 minutos, mas pode ter prorrogação e pênaltis. Apesar de todo o equilíbrio esperado, não acredito numa definição além do tempo normal. O Corinthians decide nos 90 minutos.
 
Para os mais supersticiosos, o mundo da bola tem conspirado a favor do Timão. Os lances perdidos pelos rivais desde o início do mata-mata, a estrela de Romarinho, que brilhou num momento em que ninguém esperava – marcando o gol do empate alvinegro no caldeirão da La Bombonera – e até a descoberta do grandalhão Cassio como novo titular do gol, tudo revela um Corinthians competente com a bola nos pés e com a sorte a seu favor.
 
A Fiel está em polvorosa, pois vê um sonho continental muito próximo de ser realizado. Eu aposto no Corinthians. Tite merece a conquista, assim como os jogadores e a Fiel também. Vai, Corinthians! (do Blog Salgueiro FC)

Vamos ver quem leva a melhor neste 4 de julho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO por comentar e volte sempre ao BLOGUE do Valentim!