terça-feira, 29 de janeiro de 2013

FUTEBOL Paraense: Saiam da frente, lá vem Ele!

do blog do Gerson Nogueira, Belém - PA, Brasil

REXPA Parazao 2013-Mario Quadros (134)
O Fenômeno Azul
Por Lúzio Ramos

QUEM foi o (ir) responsável pela escolha de Manaus como uma das sedes da Copa do Mundo de 2014 em detrimento de Belém? Quem ousou errar? Esta pergunta é um grande grito que ainda ecoa pelos quatro cantos do Brasil. Nos dias de RE x PA, não só ecoa como freme e pulsa. Eu fico imaginando o que diria um ET se chegasse a Belém na exata hora de um RE x PA? No mínimo ele ficaria perplexo ao ver uma grande multidão convergir para o que ele certamente denominaria de templo. É num templo que cabe uma majestade, uma eminência; arena é pejorativa pra esse fenômeno. Veria uma cidade fantasma, pois o resto da população, que não foi ao templo ficou à frente da televisão. As ruas, desertas; o silêncio só quebrado pelos uuuuuuuuus vindos das casas de vez em quando. Certamente acharia tudo isso um fenômeno no mínimo muito estranho, inexplicável.

O RE x PA é assim. É pra ET vê. Ele não pede nada a ninguém, ele manda! Que mudem o dia! Que mudem a hora! Que venha a chuva! Ele a tudo extrapola!

Paralisa o trânsito. Batedores à frente. Inverte a mão e a contramão.

Muda as regras. Saiam todos da frente. Que eu vou passar.

Quem é você?

Eu me chamo RE x PA.

Ele atropela a tudo. A Ele só cabem expressões imperativas, não se admite outra voz. Contradiz todas as previsões.

Todos nós devemos reverenciar essa coisa indescritível, esse mito, essa lenda, que guarda todos os sentimentos, reúne todas as histórias, todas as verdades, todos os gritos. Que anuncia e denuncia. Tudo de excelência cabe nesse binômio chamado RE x PA.
REXPA Parazao 2013-Mario Quadros (20)
As emoções do grande clássico da Amazônia
E o ET bateria cabeça com uma grande (in)verdade ainda por ser revelada; um limite de tamanha imprecisão, que só Deus sabe até quando vai durar e quem o revelará: Quem é melhor? Quem é o maior? Nenhuma inteligência acima da nossa será capaz de responder e identificar esse limite, pois o RE x PA não admite limites.

O que ele saberá mesmo é que o Estado do Pará tem duas metades; numa cabe o Paysandu, na outra, o Remo. Juntem-nas as duas e teremos um rincão, sem tamanho e sempre impreciso.

E certamente o ET quereria saber quem foi aquele (ir)responsável. Mas agora não adianta mais. O que importa é que, onde ele estiver, terá a cabeça sem travesseiro, o ego incomodado com esse grande e eterno grito e o lamento de que o mundo não ouvirá esse eco.

E o RE x PA, ninguém ouse explicá-lo, pois será injusto. Não há palavras ou vocabulário capazes de descrevê-lo. Tudo o que dissermos será menor. Ele é o nosso grandioso consolo. Uma banana pros (ir) responsáveis; se não teremos copa sempre teremos o nosso RE x PA.  

REXPA Parazao 2013-Mario Quadros (103)
A Avalanche Bicolor (Fotos: MÁRIO QUADROS/Bola)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO por comentar e volte sempre ao BLOGUE do Valentim!