segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

REAL Madrid faz 5 a 0 em 45 minutos e arrasa Valencia




Real joga bem, dá show no primeiro tempo e goleia rival

O REAL Madrid simplesmente não tomou conhecimento do Valencia, em pleno Estádio Mestalla, no último jogo deste domingo pelo Campeonato Espanhol. Com dois gols de Cristiano Ronaldo, outros dois de Di María e um de Higuaín já no primeiro tempo, o time bateu o adversário por 5 a 0 de forma fulminante para chegar aos 40 pontos, na terceira posição do Campeonato Espanhol.
 
Com o péssimo resultado amargado dentro de casa, o Valencia estacionou nos 30 pontos na sétima posição da tabela. O Real, por sua vez, se garantiu a sete pontos atrás do Atlético de Madrid, que horas mais cedo bateu o Levante por 2 a 0, em casa, e reduziu para oito pontos a vantagem do Barcelona na liderança. 

O Real começou a construir a sua expressiva goleada neste domingo logo aos 9 minutos do primeiro. Özil lançou Di María no lado esquerdo do ataque, o argentino invadiu a área com liberdade nas costas da zaga e apenas rolou para o seu compatriota Higuaín vir de trás e bater de primeira para o gol. 

O segundo gol do Real saiu apenas aos 34 da primeira etapa, quando o Valencia deu início a uma "pane" que resultou em quatro bolas nas suas redes em apenas 11 minutos. Cristiano Ronaldo tocou no meio para Özil e disparou pela esquerda. O alemão tocou de volta para o astro português, que fez bela jogada individual, iludindo dois adversários, e cruzou rasteiro para Di María apenas tocar para a meta vazia, já com o goleiro brasileiro Diego Alves batido no lance. 

E o que já estava difícil para o Valencia se tornou um pesadelo logo no minuto seguinte, quando Cristiano Ronaldo foi lançado pela esquerda, pedalou para cima de um defensor e chutou de esquerda no canto direito baixo de Diego Alves: 3 a 0. 

Perplexo com o baile que vinha tomando, o time da casa levou o quarto gol aos 40 minutos. Após cruzamento da esquerda, Özil recebeu pelo lado direito da área e apenas escorou para Cristiano Ronaldo entrar batendo de primeira. E o meia alemão estava um verdadeiro garçom em campo ao dar o passe preciso que resultou no quinto gol, aos 45, quando lançou Di María em velocidade pela direita e o argentino bateu com categoria no canto direito baixo de Diego Alves. 

Com a larga vantagem, o Real diminuiu o ritmo no segundo tempo e apenas administrou o resultado, enquanto o Valencia não conseguiu sequer ter forças para descontar o placar e tornar um pouco menos vexatória a derrota aos olhos dos seus torcedores. (Futebol Interior)

2 comentários:

OBRIGADO por comentar e volte sempre ao BLOGUE do Valentim!