quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

SEMELHANÇAS e diferenças entre Leão e Papão antes do clássico deste sábado

Retrospecto no Parazão, confronto direto e títulos conquistados.



       
EM 2008, com péssima campanha na Série C, o Leão Azul foi rebaixado à mais humilhante posição que já ocupou em sua história centenária: aspirante à Série D. Ou, como os torcedores rivais preferem, 'fora de série'. Pois bem! Na fase do Leão 'fora de série' os números acusam igualdade. 14 confrontos, quatro vitórias de cada e seis empates. Esses números dão ao Re-Pa do próximo sábado um certo 'ar' de tira cisma.
       
Os números são tão iguais que o Remo tem três vitórias no Parazão (2 x 1, 2 x 1, 3 x 1) e uma em amistoso (3 x 1). O Paysandu também tem três no Parazão (1 x 0, 4 x 2, 2 x 0) e uma em amistoso (3 x 0). Cinco empates foram pelo campeonato estadual (2 x 2, 1 x 1, 3 x 3, 1 x 1, 0 x 0) e um amistoso no Suriname (0 x 0).   
       
Nos números gerais, em 712 Re-Pas, desde 1914, são 250 vitórias remistas, 222 vitórias bicolores e 240 empates. Em títulos estaduais, porém, a vantagem é do Papão: 44 x 42. Ou seja, a história mostra o Papão mais glorioso e o Leão predominante no confronto direto.


Maior disparidade da história do Re-Pa
      
De 1992 a 1995, os bicolores tiraram sarro dos azulinos  porque o Papão estava na 1ª e o Leão na 2ª divisão nacional. De 2002 a 2005, Papão na Série A, enquanto o Leão esteve na Série B até 2004 e em 2005 na Série C. Troco azulino somente em 2007, com o Leão na Série B e o Papão na Série C. Antes, em 1999, o Paysandu caiu para a 3ª divisão e o Remo escapou da queda. Sarro em vão! O rebaixamento não prevaleceu. Em 2000 os dois estavam juntos no mesmo módulo da Copa João Havelange. Agora ocorre a maior disparidade da história do Re-Pa. O Paysandu é Série B e o Remo é 'fora de série'. No confronto, porém, a tradição e a rivalidade os igualam.  (ORM, Belém - PA, Brasil)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO por comentar e volte sempre ao BLOGUE do Valentim!