quarta-feira, 23 de outubro de 2013

PELÉ 73 anos: dia 23 de outubro é o Natal do Futebol!

Milton Neves
Foto: In My Ear

DIA 23 de outubro é o Natal do futebol no mundo. 

 
E Pelé chega aos 73 anos goleando em imortalidade e fotos até mesmo os presidentes americanos e os papas de plantão no Vaticano. 
Afinal, quem é que não tem um “retrato” ao lado do Rei?

É que Papa morre ou fica velho e sai.

Presidente americano morre, perde eleição ou cumpre oito anos e sai.

Já Pelé não morre e não sai nunca.

Falar mais do maior jogador de futebol de todos os tempos seria redundância, já que ele é uma referência para qualquer pessoa que se interesse por esporte, independentemente de idade, sexo, time ou nacionalidade.


Pelé é a pessoa melhor dotada por Deus para exercício de uma atividade específica. Talvez seja o único ser humano a ter atingido a perfeição em sua especialidade. Sim, pense aí, caro internauta, em qualquer gênio da história, em todos os campos, e eles merecerão notas tipo 9.5, 9.6, 9.7, 9.8, 9.9, mas 10.0… só Pelé!!! Mas, ressalvamos aqui que “o futebol é a coisa mais importante dentre as menos importantes”, conforme ensinou o italiano Arrigo Sacchi.

E o Santos inventou Pelé.  Ou foi o Waldemar de Brito?  Ou foi o Lula?

Não. Foi Dona Celeste, a mãe da bola.

Se 23 de outubro é o natal do futebol a partir de uma manjedoura de Três Corações-MG, Dona Celeste é Maria e Dondinho, o José.

Deus casou os dois, contrário ao severo pai de Celeste que ordenou que ela largasse “desse namoradinho, porque jogador de bola não presta”, ela me contou, ao vivo, na Rádio Jovem Pan, em 1999.

Sapeca, desobedeceu o pai.

Graças a Deus!

Aí, surgiu a bola, nasceu o futebol, criou-se o Santos do mundo, Três Corações virou Belém, Lula, Waldemar de Brito e Athiê Jorge Cury os novos Reis Magos, Dondinho foi José e Dona Celeste, a Santa Maria.

Ah, Dona Celeste, nunca ninguém no mundo jogou tão bem quanto a senhora!

Obrigado.

Celeste Arantes do Nascimento, a mais competente mãe do mundo e já 73 vezes Prêmio Nobel de Criatividade pela mais fantástica invenção da terra: o futebol!

Ou seria Pelébol?

2 comentários:

OBRIGADO por comentar e volte sempre ao BLOGUE do Valentim!