segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

SIM, somos mensaleiros!

Gerson Carneiro: Somos mensaleiros, sim, senhor!

Gerson Carneiro, especial para o Viomundo

COMPANHEIROS, estou orgulhoso de nós.

Podemos escolher escrever a História ou sermos passivos. Melhor ainda participar ativamente da História defendendo nobres causas. Há ainda os que escolhem apenas atirar pedras. Até aí, nenhuma novidade. A história nos revela que nunca e nada foi fácil aos que batalham por liberdade, justiça, dignidade e honra. Também nos revela que nunca desistimos. E nunca desistiremos.

Prisões, perseguições, cassações de direitos e liberdades democráticas não são novidades a quem luta por liberdade e honra. Qual dos grandes não foi perseguido e preso lutando por liberdade e honra?

Hipócritas costumam enaltecer histórias passadas e atacam com desprezo a história que hoje se escreve.

Sim, são os mesmos que esquartejaram o ativista político Joaquim José da Silva Xavier.


Na manhã de sábado, 21 de abril de 1792, o obrigaram a percorrer em procissão as ruas do centro da cidade do Rio de Janeiro, no trajeto entre a cadeia pública até aonde fora armado o patíbulo. Trataram de transformar aquela aberração em uma demonstração de força, fazendo verdadeira encenação. A leitura da sentença estendeu-se por dezoito horas, após a qual houve discursos de aclamação ao rei, e cortejo munido de verdadeira fanfarra.

Todo esse espetáculo acabou por despertar a ira da população que presenciou o evento, quando a intenção era, ao contrário, intimidá-la para que não houvesse outras revoltas.

A nossa luta se repete e nos engrandece nos dando a certeza de estarmos do lado certo da história.
Expresso aqui meus sinceros agradecimentos, satisfação e orgulho, aos companheiros que me surpreenderam dizendo-se inspirados na postagem do meu comprovante de depósito e então decidiram participar. Não foi minha intenção, mas foi uma agradável surpresa.

Agradeço até ao outro Joaquim. O Barbosa. Por ter me proporcionado o prazer de ter participado dessa campanha pró José Genoino para saldar a exorbitante multa a ele injustamente imposta.

Este recibo será devidamente emplacado e mantido em minha casa como um troféu. Sem deixar de constar o lema que criei para cada causa que decido batalhar:

Que eu seja o mais reles dos soldados mas, quero ter meu nome gravado na lista dos que lutaram.
Somos fortes.

Avante !!!

Um comentário:

OBRIGADO por comentar e volte sempre ao BLOGUE do Valentim!