terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

ERA uma vez na Escola de Especialistas...

Caveirinha

Alguns comentários, via Facebook, colhidos por mim


O CAVEIRINHA era uma figura!! O Ximenes, MT da Amarela, 168ª Turma, contou-me que uma noite estava de serviço de sentinela na casa do Brigadeiro, e lá pras tantas ouviu um chapinhado no lago. Contou-me ele que se aproximou, pé ante pé, e vislumbrou um botinho inflável no meio do lago, e nele o Ximenes reconheceu o Caveirinha, que estava pescando(o que era proibido), e resolveu sacaneá-lo. - Quem está aí? perguntou. O Caveirinha ficou parado, sem fazer barulho.  "Quem está aí?" tornou a perguntar, sem resposta. Então ele destravou o HK-33, com aquele barulho peculiar, e falou:  "Vou contar até três, se você não se identificar, eu vou atirar.  Um! ... Dois!" Então o pescador apressou-se em dizer:  "Não atire aluno, sou eu, o Sgt. Rodrigues!!" E o Ximenes, sacaneando: "Não conheço nenhum Sgt. Rodrigues, vou atirar!!!" E o pescador:  "Não atire, aluno; é o Sgt. Caveirinha, é o Sgt. Caveirinha!!!!" kkkk (Vargas)



Contava-se uma anedota, não sabendo eu se foi fato ou lenda. Pode realmente ter ocorrido com algum aluno, vítima da maldade de um aluno mais antigo. Mas, para dar cores de realidade à piada, atribui-se ao Catarina, Orival Dalfovo (que tem convite para unir-se ao grupo, mas por alguma razão ele ainda não aceitou). Pois bem. Na ceia, cada grupamento era apresentado ao sargento-de-dia pelo aluno mais antigo, e o mais antigo nessa noite era o Catarina. Um aluno mais antigo orientou o Catarina para apresentar a primeira série ao sargento Caveirinha. "Com licença, sargento Caveirinha. Aluno 77 ... Orival apresenta a primeira série em forma pronta para o brochante.". Aluno, em primeiro lugar não se chama brochante e sim ceia. Em segundo lugar, CAVEIRINHA É A PUTA QUE TE PARIU!!!". Mais tarde eu, quando o sargento Rodrigues era nosso colega em Anápolis, repeti o causo - talvez para que tivesse dele a negativa ou confirmação - e ele e todos nós rimos bastante. (Valentim)


Meu nobre amigo Antonio Valentim... esse caso foi verídico! Eu estava inserido no grupamento que foi apresentado ao Sargento Caveirinha... ops! quero dizer... ao Sargento Rodrigues. Rsrsrsrsrsrs... (Brito)

Caro amigo Antonio Valentim, peço vênia para dois adendos: O Seu Madruga, na nossa época de Escola, já era precursor do Caveirinha. Quanto ao real caso do Orival, conforme ratificado pelo nobre amigo Alexandre Brito. Entretanto, antes desse caso, houve um semelhante, apenas fora outro sargento, instrutor de ordem unida, que mandou um bicharal dar um recado ao Sgt. Rodrigues, só que esse instrutor falou para o aluno que o mesmo deveria apresentar-se, como de praxe, ao Sgt. Caveirinha. O resto é igual, ou seja, o Caveirinha com a lisura que lhe era peculiar, rebatera: "A princípio!!! Caveirinha é a puta que lhe pariu!!", e ainda teria mandado o aluno pagar uma completa de dez!! (Vargas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO por comentar e volte sempre ao BLOGUE do Valentim!