sábado, 2 de abril de 2016

BLOGUE do Valentim há um ano

LUZIDÍRIO Gaspar, um homem centenário



Seu Gaspar vai completar 106 anos

A COLONIZAÇÃO do Sudoeste (paranaense) se intensificou na década de 50, entretanto, no dia 26 de junho de 1909, no distrito de Vila Nova (Pato Branco), nascia Luzidírio Gaspar, conhecido como Lúcio. Na identidade, a cidade natal ainda é Clevelândia, município que já tem 122 anos. "Vivi em toda parte. Eu não parava em lugar nenhum. Caminhei, caminhei, caminhei e fui parando. Ficava só se mudando", lembra o idoso que reside em Dois Vizinhos. "Faz tempo [que chegou a Dois Vizinhos]. Eu não vou dizer que dia entrei porque não lembro", completa.

A idade, no entanto, ele tem na ponta da língua. "Eu tô com 105", conta. Ele teve 10 filhos (dois já faleceram), 17 netos e cinco bisnetos. A esposa, Doralina Gaspar, tem 88 anos e está internada em Francisco Beltrão com problemas de saúde. Indagado se encontrou muito mato quando chegou em Dois Vizinhos, Lúcio responde: "Era povoadinho. Tinha tudo que é tipo de bicho (risos). Tinha tigre, porco do mato, tateto, de tudo que é bicho, mas já mataram tudo pra comer, ou foram embora".


Ele sempre gostou de viver no interior. "Morei só no mato, trabalhei na roça. Fazia tudo que é serviço. Plantava, cortava, derrubava. Gostava muito da roça. A gente ia vender no cargueiro, do lado do cavalo. A bruaca no ombro. A gente tinha força no braço", afirma. (Jornal de Beltrão, Francisco Beltrão - Paraná)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO por comentar e volte sempre ao BLOGUE do Valentim!