sábado, 23 de julho de 2016

BLOGUE do Valentim há um ano!

Primeira refeição na Escola


ANTES de entrar pra EEAR, sempre aparecia um amigo mais velho ou um tio me contando como era a vida no Exército de quando eles tinham servido. Eles contavam coisas horrorosas de como era feita a comida, de levantar cinco horas da manhã e tomar um banho gelado. Pintavam um quadro bem pior do que era.

Quando eu cheguei na Escola estava esperando por coisas terríveis lá dentro. Chegando lá e deu a hora do jantar, o ten. Cleiton, que estava de oficial de dia ao CA, veio até à gente ditar suas regras: não era pra deixar comida na bandeja, o que pegasse tinha que comer. E entre essas regras vinham junto algumas ameaças. Quando entrei no rancho eu pensei que ia encontrar um camarada servindo arroz e feijão tudo misturado dentro de um tacho e só, nada mais. Quando entrei vi o arroz, salada, feijão, achei tudo maravilhoso e nem vi que tinha um taifeiro servindo carne, mas vi que tinha um servindo um purê. Peguei a comida e fui sentar, misturei aquele purê na comida e levei à boca. Quando senti o gosto da comida, nunca tinha posto nada tão horrível na boca. Daí eu lembrava do sermão do ten. Cleiton, então colocava a comida na boca, tentava fazê-la descer, sem mastigar, tocando o mínimo possível minha língua pra não sentir o gosto. Do meu lado havia uns colegas comendo frango e eu pensei: onde será que eles pegaram esse frango? Mas a minha vontade era de terminar aquele prato horrível e sair dali o mais rápido possível.

Ao chegar na esquadrilha, estava pensando em como ia conseguir comer aquilo por dois anos inteiros, mas do meu lado havia dois colegas conversando em como estava boa a comida e dai um fala: e aquele doce de leite então, estava o máximo. Foi só ai que eu cai em mim e vi que tinha até sobremesa, eu jamais ia imaginar que haveria sobremesa e misturei o doce de leite com toda a comida achando que era purê. Coisa de bicharal mesmo. Só agora estou contando isso pra não morrer comigo. Pronto, agora podem me sacanear.

(Nicanor Crisóstomo, via Facebook)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO por comentar e volte sempre ao BLOGUE do Valentim!