segunda-feira, 10 de abril de 2017

ANTHONY Quinn






QUANDO o mexicano Anthony Quinn, nascido Antonio Rudolfo Oaxaca Quinn, fez "Barrabás" em 1961, já era um ator consagrado em muitos filmes. Quinn foi genro do célebre diretor Cecil B. de Mille, o que ajudou a alavancar sua carreira cinematográfica. Em sua filmografia estão registrados oficialmente 152 filmes.



É o ator que mais interpretou personalidades famosas. Foi Barrabás e o magnata grego Onassis; dentre outros gregos que interpretou está talvez o seu papel mais carismático: Alexis Zorba. Foi o pai de família problemático em "Um Sonho de Reis" e o combatente de "Canhões de Navarone". Foi esquimó em "Sangue Sobre a Neve" (1960), e toureiro em "Sangue e Areia" (1941). Interpretou ainda Átila, o huno, em "Attila" (1954), um corcunda em "O Corcunda de Notre Dame" (1956).


Barrabás em 1961

Ainda em 1956 interpretou o pintor Paul Gauguin, contracenando com Kirk Douglas no papel de Vincent Van Gogh em "Sede de Viver". Foi também um xeique poderoso de uma tribo árabe em "Lawrence da Arábia" (1962) e papa em "As Sandálias do Pescador" (1968).


No filme "A Vigésima Quinta Hora", que demonstra o absurdo das ideias nazistas, ele faz o papel de um romeno católico que foi preso como judeu, cigano, revoltoso e até como um dos modelos perfeitos da genética ariana.

Ainda interpretou os papéis de índio norte-americano, mexicano condenado ao linchamento em "Consciências Mortas" e mafioso italiano, entre outros.
Em "Zorba, o Grego", 1964

Anthony Quinn foi pai de 13 filhos em vários casamentos e ganhou dois Oscar como ator coadjuvante em "Viva Zapata" e em "Sede de Viver". Nesta segunda película, ganhou o prêmio máximo de Hollywood por uma participação de apenas oito minutos, tempo somado de todas as suas cenas.



É o vencedor do Oscar que mais filmes fez ao lado de outros ganhadores do Oscar. Foram 46 no total, sendo 28 com atores vencedores do Oscar e 18 com atrizes gnhadoras do prêmio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO por comentar e volte sempre ao BLOGUE do Valentim!