sábado, 22 de abril de 2017

CLÁSSICOS do Valentim

Jorge Aragão: Malandro, 1976






Malandro, eu ando querendo falar com você
Você tá sabendo que o Zeca morreu por causa
De brigas que teve com a lei,


Malandro, eu sei que você nem se liga no fato
De ser capoeira moleque mulato
Perdido no mundo morrendo de amor



Malandro, sou eu que te falo em nome
Daquela que na passarela é porta estandarte
E lá na favela tem nome de flor


Malandro, só peço favor de que tenhas
Cuidado, as coisas não andam tão
Bem pro seu lado

Assim você mata a Rosinha de dor

Lá, laiá, laiá, laiá, laia laia
Malandro


Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO por comentar e volte sempre ao BLOGUE do Valentim!