domingo, 9 de abril de 2017

SERRA do Cachimbo

Comitiva do prefeito de Guarantã do Norte - MT posando
ao lado do nosso diretor e deste blogueiro

Nosso Diretor reinaugura ponte sobre o rio Braço Norte


A antiga palhoça, onde todos nós, destacados, nos reuníamos à noite




NUMA determinada época dessa vida de caserna, pousei na Serra do Cachimbo, estado do Pará, quase divisa com Mato Grosso. As fotografias postadas ilustram esse período.

Para esse local o governo militar tinha planos de realizar aí experiências (provas) militares. Dizem até que experiências radioativas e coisas assim. Não se falava muito nisso até que um dia os deputados de Brasília, o presidente da República da época e alguns jornalistas foram até lá para lacrar um poço profundo, que mais tarde ficou conhecido por nós como o "buraco do Collor". 

Depois ninguém mais falou no caso, pois o presidente pusera uma pá de cal nos planos ultra-secretos dos governos anteriores. A área passou então a servir para tiro ao alvo aéreo, e a Força mandava seus pilotos e aviões para ali praticarem.


Salve, salve, Pendão da Esperança!


Na primeira foto, o blogueiro (o último à direita) posa ao lado de comitiva do prefeito de Guarantã do Norte, última cidade ao norte de Mato Grosso. Naquela tarde de um domingo chuvoso, o alcaide e sua comitiva foram recebidos pelo diretor do Campo de Provas Brigadeiro Veloso - CPBV, coronel Biasus, que pessoalmente os levou a visitar a imensa área do Campo dirigindo uma caminhoneta Toyota. O blogueiro dirigiu a segunda caminhoneta, levando a segunda parte da comitiva. 


O nome atual da Organização (Brigadeiro Veloso) serve de homenagem ao militar que desbravou aquela região, um aviador e também engenheiro, que, na década de 1950, construiu uma pista de pouso e demais apoio à aviação de então. Além de Cachimbo, Veloso também construiu a pista de Jacareacanga, Itaituba e Santarém, locais remotos do país onde passou a desfrutar de grande popularidade. Não à toa, mais tarde, já como militar da reserva remunerada (Brigadeiro), foi eleito deputado federal pela Arena, quando se envolveu em conflito com a Polícia Militar do Pará. Mas aí já é outra história...


Sargento Valentim e sargento Fraga

Suboficial Verlindo e sargento Eduardo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO por comentar e volte sempre ao BLOGUE do Valentim!